Medicamentos têm ajuste dos preços

01/04/2021


A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) autorizou o ajuste dos preços de medicamentos no Brasil, a partir desta quinta-feira, dia 1º de abril.

A Resolução CM-CM 1/2021, desta quarta-feira (31/3), foi aprovada pelo Conselho de Ministros da Câmara e estabeleceu três níveis de reajuste:

 

Nível 1: 10,08%;

Nível 2: 8,44%;

Nível 3: 6,79%.

 

Os três níveis de reajuste permitidos são definidos de acordo com a concentração de mercado do medicamento, organizando-se da seguinte forma:

 

• nível 1: é o nível com maior participação dos genéricos, pois há pouca concentração de medicamentos e uma ampla concorrência. É o nível com teto mais alto de reajuste. Esses remédios têm um faturamento que pode ser igual ou superior a 20%;

 

nível 2: esse nível é de participação média de genéricos, pois acometem os medicamentos que geram entre 15% e 20% do faturamento. Trata-se dos remédios que têm um teto intermediário de reajuste;

 

• nível 3: é o índice com a menor participação dos genéricos, pois representa um faturamento inferior a 15% e tem menos concorrência no mercado. O teto de reajuste desse tipo de remédio é o mais baixo.

 

Veja as informações na íntegra no Diário Oficial da União

 

 

Fonte: ABCFARMA

Diretoria aprova OS dos 20 minutos da fiscalização

06/01/2022


.

O SINCOFARMA-RIO COMPLETA 90 ANOS EM DEZEMBRO 2021

14/12/2021


Essa não é uma comemoração apenas nossa, mas de todo o setor. Assista o Vídeo.

Pioneira no associativismo fluminense, Cityfarma faz 25 anos

04/10/2021


.

Ver todas


Sindicato Comércio Varejista Produtos Farmacêuticos do Município do Rio de Janeiro

Av. Almirante Barroso, 2 – 16 e 17º andar – Centro – 20031-000 – Tel: 21 2220 8585